sexta-feira, junho 09, 2006


Almondegas me esperam na geladeira...
Estive pensando no quanto o ser humano é engraçado... a gente nunca diz ou faz o que realmente quer, em função do que o "outro" vai pensar, ou como vai reagir... A gente esquece que o "outro" é feito da mesma coisa que a gente, dotado de medos e desejos que variam na matéria, mas não na essencia. Meus teóricos dizem que eu espanto muita gente por ser tão deseperada... na verdade acho a palavra "deseperada" meio imprópria, mas é a que melhor exprime o sentimento deles, enfim... Fato é eu tenho consciência de que as coisas têm seu momento, e que é melhor tomar logo uma surra que viver tomando beliscões... Kurt Cobain disse isso bem: é melhor queimar que apagar aos poucos... Logo, é melhor fazer ou falar tudo o que se quer, pra que o outro saiba, e escolha o que quer também. Isso desobstrui as linhas, sabe??? A gente sofre um pouquinho quando leva um "não", ou quando a pessoa que imaginávamos não é exatamente a que existe de fato, mas encarar a verdade faz agente buscar novos caminhos, novas alternativas. E a gente tem um medo absurdo disso... prefere não ser claro e não olhar a transparência...
Estive pensando nisso... em quanto tempo se perde com isso... pode-se perder uma vida assim...

É bobeira... teoria inaplicável... como mudar milênios de natureza humana, afinal???



Um comentário:

Uirah Felipe disse...

Acha mesmo q a teoria é inaplicável???


pois eu acho q nem teoria é... isso q descreveu é tua pura prática
menina inteligente

mulher Bel'Amelie