segunda-feira, janeiro 11, 2010

Raio-X

Depois de muito refletir concluí que esse tumulto de vozes na minha cabeça se deve ao fato de que dos meus olhos, boca, narinas e ouvidos para dentro eu aconteço como uma grande mágica. Ocorre que no vai e vem que a vida exige, quando entro e sou eu denovo, me sub-divido em muitas, várias... Eu me transoformo magicamente em dezenas de peixinhos palhaços. Enquanto me abraço, me choro, me consolo, me convenço e me desentendo, agora eu sei, eu também me nado!

3 comentários:

Delvar disse...

Com força de vontade vc seria capaz de transformar essas vozes em uma bela musica para se entreter. Se nao conseguir controlar, essas vozes vão te dizer para matar... Mas jamais essas vozes te controlarão.

Natasha disse...

Nossa, amiga, q lindo e profundo, é vc q escreve mesmo?

filia sun libertatis disse...

Ô, obrigada, amiga, sou eu sim, ué... rsrs.

E minhas vozes são mto fofinhas, viu? Só me mandam fazer coisas interessantes, nada de bater, matar, brigar... Nops!